Cd Idade Mídia

Leno - Idade Mídia
2006

 

Em seu novo disco, depois de alguns anos sem lançar material inédito (os últimos CDs foram de regravações de seus sucessos), o cantor e compositor Leno Azevedo volta às raízes do rock , característica dos primeiros tempos da carreira deste ícone da Jovem Guarda . E ao mesmo tempo, com maturidade, reaviva sua musicalidade e veia lírica aliados a um senso crítico em letras de extrema sensibilidade e lucidez.

O CD Idade Mídia, mais do que um oportuno jogo de palavras, é um retrato maduro e sentido dos tempos atuais. Um CD em que  interpreta 12 canções, parte  de um vasto material autoral  inédito, acumulado nos últimos tempos – fazendo os arranjos, tocando instrumentos,  produzindo as gravações e fazendo  que esta obra se imponha por seus próprios méritos.

 

O disco começa com QUEM SONHOU VIVEU ,  refletindo as mudanças do tempo, constatando que “o pessimista é um otimista bem informado” mas  concluindo  que "tudo o que vivemos, tudo o que sentimos, tudo o que fizemos, nada se perdeu no vento".

"‘...Então você sente que, nas políticas, as vidas humanas são estatísticas, apenas pesquisas, mera opinião", diz a letra de CAMPEÃO DE AUDIÊNCIA: "Ali bem no pique das audiências, enquanto explodem as violências, as contas nunca param de chegar", concluindo que onde "desfilam corruptos em liberdade, você  é prisioneiro da honestidade ".

A ecológica DEBAIXO DO SOL faz uma crítica à apatia das pessoas com o aquecimento global e o congelamento da inteligência, incluindo o silêncio da MPB e  a omissão  de vastos setores da intelectualidade brasileira . Já que dos políticos, diz Leno , não se pode esperar grande coisa .
"Quando a natureza se rebela, não perdoa. E o clima quando muda, muda todo o mundo. Não quer saber se é rei ou vagabundo. Estão queimando a floresta; sem querer estragar sua festa, chama a MPB pra ver!"’.
Fica a pergunta: "Quanto tempo falta para se aprender com os erros da História?".

Já a romântica ABRINDO A PORTA (Leno & Enoch) fala do relacionamento entre duas pessoas que se amam e enfrentam juntas as adversidades, "encarando a tempestade, expulsando as nuvens para longe até atrair o sol". No fim, a máxima: "Viver é ter a liberdade de mudar a realidade, transformando aquelas incertezas na certeza de nós dois".

Atualíssima, LIXO ELETRÔNICO usa de linguagem própria da Informática para falar dos desencontros  amorosos: "Deletei o seu email do meu", ou "Só não dá pra apagar você, está na mente, está no coração. Não dá pra deletar tão fácil, não", ou ainda: "Vou botar a banda (larga) pra tocar, mas não quero te downlodear, não devo me apegar mais do que me apeguei ... mentiras virtuais, eu sei – já desconectei".

DEPOIS DA TEMPESTADE (Leno & Enoch), um rock visceral , torna físico o vazio da alma, a sensação de solidão e a impressão de que ‘o pouco que você tirou de mim foi muito: eu já não tinha quase nada por dentro, nem beleza nem tormento’. Da mesma forma que ‘o pouco que você deixou em mim foi nada:  o seu cansaço, o seu fracasso e a sua mágoa. Tudo que restou em mim depois da tempestade desse amor é a certeza de que ainda sou'.

Na bela balada CIÊNCIAS E RELIGIÕES, repleta de imagens e símbolos, o bem maior da vida e os grandes males do século afloram em busca de uma definição: "No pensamento laico, no fanatismo louco (...), nas mentes e nos corações, no computador (...), na queima da floresta, na falsa propaganda... onde anda o amor?".  A esperança é de encontrar o equilíbrio: "Em algum momento há de ressurgir, bem mais forte ainda do que foi... Venha das estrelas da constelação, venha pelas notas da canção... porque ainda all you need is love, is all you need...". , numa citação dos “4 rapazes de Liverpool” , seus ainda insuperáveis artistas favoritos.

 

A canção JOVEM GUARDA mantém o vigor da juventude e a sempre inabalável certeza de que ela se conserva, mesmo depois de tanto tempo passado: "Será que ainda sonha aquele sonho, aquele velho sonho, no espírito pra  sempre jovem pra sonhar?...".
E vem ainda o convite irrecusável: "Se ainda espera ser amada , vem comigo nessa estrada porque o vento sopra e o sol desponta aonde a gente for...!".

Com pitadas de reflexões e citações,  a romântica e sessentista roqueira levada rítmica de  CORAÇÃO ADOLESCENTE  revela os vacilos do coração, e até cita um dos mais célebres filósofos:  "Nietzsche foi quem bem falou: na vingança e no amor, mulher é mais cruel...", mas o poeta escapole pela tangente: "Acontece que o meu coração não leu esse livro, não... Eu já pensei demais que não dá certo mais, eu racionalizei... Porém na decisão o que manda é o coração". Composição de Leno - e única faixa já gravada anteriormente,  justamente por um dos maiores compositores do rock nacional : Erasmo Carlos.

VASTO OCEANO (Leno-Enoch) traz divagações líricas acerca do amor, com o passar do tempo: "O nosso amor é um vasto oceano. Te guardo na memória dos meus planos. Nada vai mudar o que passou. Porém não se perdeu... no espelho do tempo que voou, você ficou".
Uma estilística homenagem referencial a Brian Wilson , dos Beach Boys , “um dos meus compositores favoritos”, revela Leno.

Delicioso blues (já mesmo a partir do título), CARAÚBAS BLUES (Leno-Enoch), com a participação de uma característica sanfona nordestina mesclada a uma dylanesca gaita,  revolve as memórias do artista e a sublimação  de um paradisíaco refúgio onde esta canção foi composta , em um não muito distante período de férias de carnaval: "Ondas me levam, acordes dançam pelo ar, depois vou nadar naquela lagoa ao luar...". O refrão explica: "Naquela praia, toda morena é meu amor, e o amor me seduz no mar de um Caraúbas blues". A praia de Caraúbas fica no litoral norte, perto de Natal (RN).

O roqueiro disco se encerra serenamente com uma canção que foi feita para o seu filho, Diogo.  “BEM DO SEU LADO” foi composta numa noite enquanto fazia o filho dormir, quando este  tinha apenas 3 anos de idade. "Amanhã você vai crescer, vai poder seguir o caminho que escolher... E até lá quero te ensinar e quero aprender, junto de você. Dorme, estou aqui pra te cuidar... embalar  teu sono na canção... Esteja sempre ao lado do bem e terá o bem do seu lado". "Nada se compara à experiência da sensação afetiva da paternidade", diz o autor.

 

Enfim, o aguardado novo Cd inédito de Leno  demorou a sair mas a espera, com certeza, valeu a pena . No gênero (ou gêneros, pela variedade das afluências  roqueiras e seu domínio em todos elas , das baladas ao rock) é, sem dúvida, um dos mais instigantes lançamentos do rock brasileiro.

FRANCISCO RODRIGUES 

Clique para ver as letras e ouvir as músicas